sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Dica da Bru - 12 filmes Netflix para evoluir II

    Oi, pessoal!

   Há duas semanas compartilhei com vocês três filmes Netflix de uma famosa lista da internet para quem não tem medo de crescer emocionalmente (confiram aqui). A lista é composta por doze títulos mas decidi dividi-los em quatro posts para que dê tempo de assistir todos sem acumular... 
   Da primeira lista eu já assisti o "Histórias cruzadas" e amei muito, é uma história maravilhosa de amor ao próximo em uma época de racismo e abuso contra os negros nos Estados Unidos, principalmente no estado do Mississippi. Mostrei nos meus Stories (@brunavasquesblog) quando terminei de assisti-lo e várias seguidoras me contaram que amaram também! 
   Assim como comentei na última postagem, vale lembrar que quem escreveu essa lista foi a Josie Conti (conheçam ela aqui), portanto irei apenas reproduzir os nomes dos filmes, as sinopses dos sites  Adoro CinemaWikipedia e CONTI outra que ela compartilhou no post original (aquie acrescentarei os trailers disponíveis. 
    Vamos continuar essa lista então com mais três filmes para crescermos emocionalmente:

4 - A lista de Schindler

A inusitada história de Oskar Schindler (Liam Neeson), um sujeito oportunista, sedutor, “armador”, simpático, comerciante no mercado negro, mas, acima de tudo, um homem que se relacionava muito bem com o regime nazista, tanto que era membro do próprio Partido Nazista (o que não o impediu de ser preso algumas vezes, mas sempre o libertavam rapidamente, em razão dos seus contatos). No entanto, apesar dos seus defeitos, ele amava o ser humano e assim fez o impossível, a ponto de perder a sua fortuna mas conseguir salvar mais de mil judeus dos campos de concentração.



5 - Na natureza selvagem

Início da década de 90. Christopher McCandless (Emile Hirsch) é um jovem recém-formado, que decide viajar sem rumo pelos Estados Unidos em busca da liberdade. Durante sua jornada pela Dakota do Sul, Arizona e Califórnia ele conhece pessoas que mudam sua vida, assim como sua presença também modifica as delas. Até que, após dois anos na estrada, Christopher decide fazer a maior das viagens e partir rumo ao Alasca.



6 - O Farol das Orcas

Baseado em fatos reais o roteiro de “Farol das Orcas” fala de um biólogo marinho, Beto Bubas, que vive na Patagônia argentina, mais propriamente na península de Valdes, a estudar baleias orcas. Em um determinado dia Beto encontra na porta de sua casa uma mãe espanhola com seu filho pequeno, Tristan, um menino autista, que ao ver um documentário de Beto na Tv esboçou reações nunca antes esboçadas. A mãe do garoto viajou o mundo para encontrar o biólogo a fim de ajudar o filho a se comunicar através do contato com as orcas. Toda a história é verídica. Beto existe e realmente encontrou uma mãe corajosa e seu filho autista, Agustín. A história tocou tão profundamente Roberto (Beto) que o inspirou a escrever o livro “Agustín Corazon Abierto”.

Imagens e vídeos reprodução internet.

    Desses três eu já assisti "A lista de Schindler" na escola e lembro que a história me chamou bastante e atenção, afinal ela é real e muito triste... Mesmo sendo um filme muito antigo e em preto e branco vale a pena ver o quanto milhões de pessoas sofreram por conta do etnocentrismo e tirar uma lição disso.
    Me contem se vocês também já assistiram algum desses ou qual querem ver em breve! =)

    Beijos e um ótimo final de semana, pessoal!

Nenhum comentário:

Postar um comentário