terça-feira, 23 de setembro de 2014

Resenha da Jé - Se eu ficar!

   Oi pessoal!

   Estava com saudades das resenhas da Jé Nega e essa semana ela está de volta contando para vocês um pouco do livro e filme queridinho do momento, vocês vão amar!


SE EU FICAR – Gayle Forman




Olá, amigos!

Peço perdão a vocês pela minha ausência semana passada, mas estou de volta para trazer cada vez mais resenhas a vocês...

Como já disse anteriormente, tenho um pouco de preconceito com os “queridinhos do momento”, e demoro um pouco a me render aos livros que todos estão comentando nas redes sociais e entretenimento.

Mas, como para toda regra existe uma exceção, “Se eu ficar”, com certeza, foi uma delas.
O livro que está no auge, justamente pelo sucesso que o filme está fazendo nos cinemas, traz uma linda história de amor e reflexão.

Antes de saber que o filme era baseado em um livro, já estava ansiosa pela estreia do mesmo, por conta do tema que até hoje é uma área desconhecida na ciência e um pouco controversa na religião: o coma.

Minha avó materna sofreu com a doença do Mal de Alzheimer e ficou no estado vegetativo por mais de oito anos. Desde pequena, vendo aquela situação, sempre acreditei que minha avó estava apenas dormindo, mas que era capaz de me ouvir e entender tudo aquilo que transmitia a ela.

E é justamente essa vertente que o livro vem buscar: a de que as pessoas, mesmo que em um estado vegetal, ainda estão por ali, e sentem e ouvem tudo aquilo que lhes acontece ao redor.

Mia, a personagem principal, sofre um terrível acidente, onde acaba perdendo seus pais e o irmão mais novo. Ao assistir (seu espírito), toda aquela situação, vai se lembrando de todos os momentos marcantes que compuseram sua vida até aquele momento.

Momentos estes, alguns bons e outros nem tanto, retornam à memória de Mia para que ela decida, até o final do dia, o curso que sua vida tomará: se ela fica, ou se ela se vai.

Indescritível o sentimento que essa história nos desperta. Belíssima, com palavras simples, é um livro para se ler com o lencinho do lado, pois mesmo os mais durões não conseguirão conter as lágrimas.

O filme, completamente fiel ao livro, também vale a pena ser assistido.

“Se eu ficar” veio para, além de quebrar meu preconceito contra os “best-sellers” atuais, entrar para a lista das melhores histórias que já li.

Espero que gostem.

Boa leitura, e semana que vem tem mais!

Beijos, Jejé.





Reprodução internet


   Eu já estou morrendo de vontade de ver o filme e depois ler o livro, porque não aguento de curiosidade né! haha

   Beijos e até a próxima resenha!

Nenhum comentário:

Postar um comentário